Scout um MotoPlanador 2 em 1

Com um mesmo aeromodelo eu consigo agora voar duas modalidades: Treinador e MotoPlanador. Adaptei o meu Scout Elétrico (que é um aeromodelo elétrico treinador) para voar com uma asa de planador, transformando-o assim em MotoPlanador. Acompanhe esse post para ver como foi todo o processo.

A minha asa para planador foi feita com poliedro e fixei ela com elástico no meu Scout Treinador. Essa asa nova não possui comandos de aileron, apenas leme. Bom, fica a dica de que se alguém for fazer isso, não use o leme com 2,5cm (padrão), opte por colocar um leme de 4cm ou então, joga 120% de comando no rádio. Veja o projeto da nova asa:

Autonomia

Com a asa original, o voo é de 5 minutos com uma bateria de 1300mAH. Transformado em planador voou mais de 20 minutos com a mesma bateria. No dia do voo de estréia não haviam térmicas, tanto é que não vi nenhum urubu voando por lá. Mesmo assim consegui multiplicar por quatro o tempo de voo com o mesmo aeromodelo.

Essa é a foto do aeromodelo com a asa de treinador:

Agora com a asa de planador:

Configurei duas memorias no meu rádio, pois a trimagem fica um pouco diferente entre as duas versões. Na memória de MotoPlanador, eu configurei o leme no Stick do Aileron, dessa forma, o stick da esquerda serve apenas para acelerador. Vejam que o canal 4 (aileron) está vazio, porém, na configuração do aeromodelo Scout no meu rádio, éle está configurado.

Um amigo filmou todo o voo, porém, ainda não recebi o vídeo da decolagem. Por enquanto, segue o vídeo do finalzinho do voo com o pouso e a confirmação do cronômetro que apresentou 21 minutos de voo.

Espero que tenham gostado da ideia!

Abraços a todos,

Equipe Na frequência Certa

Compartilhar:
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • RSS
  • Twitter
  • Add to favorites
  • LinkedIn
  • MSN Reporter
  • MySpace

5 ideias sobre “Scout um MotoPlanador 2 em 1

  1. show de bola =) logo está ai o video da decolagem,
    eu como aprendiz e olhando achei o voo do motoplanador muito gostoso e calmo parecendo uma ave no céu.

  2. Minha primeira construção foi esse Scout, baseado no seu cbbeudo, e com certeza irei fazer uma asa para transformá-lo em motoplanador. Muito legal!

  3. Já tive um motoplanador Rudolph ( tem no site do e-voo) . cerca de 1m de envergadura, que pegava térmicas com tremenda facilidade. Fiz uma asa, com bom diedro, mas não mais poliédrica. Tornava-se um aero bastante indócil, muito sensível. A asa poliédrica, sem dúvida, traz uma estabilidade enorme.
    Como vc está fazendo testes, recomendo o seguinte:
    Faça uma asa poliédrica uma envergadura pouco maior ( isso mesmo) ,mas faça a asa com dois diedros, um no meio da asa e os dois outros mais na ponta, cada um com 5º. A asa ficará mais curva e com aparência mais próxima da asa dos urubus, tal qual planadores de grande porte. O voo ficará ainda mais estável.
    Apenas deixe um pouco mais de comando no leme, já que o momento de cauda será pequeno e vai precisar . Ou, nos testes, coloque com fita um pedaço de depron que aumente um pouquinho a área desse leme.
    Depois disso, vc acabar fazendo uma fuselagem mais fininha, para menor arrasto e vai descobrir que o tempo de voo vai aumentar ainda mais…
    Outro segredo: o estabilizador horizontal pode ser feito com perfil, como na asa. Nesse caso, a estabilidade aumenta mais ainda e permite levar mais peso, pois a área de asa soma com o estabilizador, podendo até voar meio pendurado…
    Veja meu Lanzo Bomber, old timer, nada aerodinâmico, mas é campeão absoluto em competições. em que um motor fica ligado por 3 minutos, para levar para o alto e depois é desligado. Conforme o dia é um sufoco trazer o bicho de volta…
    no tópico tem um vídeo do voo dele, em baixa altitude. Ele fica melhor bem alto…
    http://www.e-voo.com/forum/viewtopic.php?t=87564